terça-feira, 14 de julho de 2009

Meus versos não rimam.
O neurológico deles entrou em colapso e agora eles só surtam ao amanhecer.
Galos cantando soam como rajadas de uma metralhadora. Que dispara sermão.

3 comentários:

Sabrina Gahyva disse...

bem vinda ao quarto. dona lidieusa

Katyussa Veiga disse...

palavra sem temperatura..

(não a conheço, mas sempre a senti por aqui..)

Katyussa Veiga disse...

(acho que nem sei)