terça-feira, 28 de julho de 2009

julho não atende minhas particularidades, é tão humilhante sentir-se vivo às vezes. narro em minha mente nossos casos inacabados - m e t i c u l o s a m e n t e - guardo todos os sentidos no bolso. minhas dúvidas perduram nesses dias sem afeto onde somente a garoa é capaz de alterar minha sensação térmica, espero 5 minutos, nada de novo, minha pele arrepia, quaisquer olhos me emocionam.

Um comentário:

Sabrina Gahyva disse...

quaisquer arrepio que [inspira]